Beyoncé faz sua primeira apresentação desde 2020 na inauguração de um hotel em Dubai

author
1 minute, 55 seconds Read


Na noite de sábado, 21 de janeiro, Beyoncé se apresentou durante a grande revelação do Atlantis the Royal, um novo resort de luxo em Dubai. O show de uma hora – marcando a primeira apresentação ao vivo de Beyoncé desde 2020 – contou com a presença de mais de 1.000 pessoas, incluindo celebridades e “convidados especiais”, conforme observado em um comunicado à imprensa. Beyoncé abriu seu primeiro set com um cover de “At Last” de Etta James e apresentou faixas de seu catálogo, embora nenhuma de seu último álbum, Renascimento. Beyoncé se apresentou ao vivo pela última vez durante uma homenagem a Kobe e Gianna Bryant em fevereiro de 2020. No Oscar de 2022, ela exibiu uma performance pré-gravada de seu Rei Ricardo música, “Be Alive”.

Beyoncé foi acompanhada por Firdaus, uma orquestra feminina de 48 pessoas, bem como pela trupe de dança libanesa Mayyas. De acordo com relatórios do TMZ e O Repórter de Hollywood, a filha da cantora, Blue Ivy, apareceu no palco para cantar ao lado de Beyoncé durante “Brown Skin Girl”. Jay-Z, os pais de Beyoncé e as cantoras Chloe x Halle também estiveram presentes no evento, de acordo com materiais de imprensa. Swedish House Mafia DJ’s afterparty do evento. Na semana passada, o TMZ especulou que Beyoncé recebeu US$ 24 milhões pelo evento.

A Pitchfork recebeu um convite para a inauguração do hotel, juntamente com vários jornalistas, celebridades e influenciadores. “Beyoncé convida você para um fim de semana onde seus sonhos se tornam seu destino”, dizia o convite, provocando uma “performance única na vida” (embora o artista não tenha sido nomeado de imediato). As comodidades listadas eram “festas epicuristas, indulgências à beira-mar e experiências especiais de revelação, incluindo passagem aérea em classe executiva, transporte terrestre de primeira classe e acomodações de primeira classe no Atlantis the Royal”.

Beyoncé se apresentou pela última vez nos Emirados Árabes Unidos em 2009 (em sua capital, Abu Dhabi). Desde então, artistas como Jay-Z, Blur, Stormzy e The Killers também se apresentaram nos Emirados Árabes Unidos, apesar das crescentes preocupações com as leis do país contra a homossexualidade, que é categorizada como crime teoricamente punível com a morte, de acordo com a constituição dos Emirados Árabes Unidos.

Similar Posts